“...O Amor nasce aí, na diferença de ser. O Amor quer surgir no que sou sem fingir. No respeito pelo amigo que coloca de seu jeito, confissões diferentes do que há no seu peito. Um sujeito não se faz de uma forma padrão. O sujeito se constrói nas mãos de Deus e com o olhar de amor dos irmãos...” (Fernanda Pontes).
Home » » Aquele que nunca pecou ATIRE A PRIMEIRA PEDRA

Aquele que nunca pecou ATIRE A PRIMEIRA PEDRA

Written By Beraká - o blog da família on terça-feira, 12 de janeiro de 2010 | 12:42

O capítulo 8 do Evangelho de João:


"Narra que Jesus foi para o monte das Oliveiras, e, pela manhã cedo, voltou para o templo, e todo o povo vinha ter com Ele, e, assentando-se, os ensinava.



E os escribas e fariseus trouxeram-lhe uma mulher apanhada em adultério. E, pondo-a no meio, disseram-lhe:


Mestre, esta mulher foi apanhada, no próprio ato, adulterando, e, na lei, nos mandou Moisés que as tais sejam apedrejadas. Tu, pois, que dizes?


Isso diziam eles, tentando-o, para que tivessem de que o acusar. Mas Jesus, inclinando-se, escrevia com o dedo na terra.

E, como insistissem, perguntando-lhe, endireitou-se e disse-lhes: Aquele que dentre vós está sem pecado seja o primeiro que atire pedra contra ela.


Quando ouviram isso, saíram um a um, a começar pelos mais velhos até aos últimos; ficaram sós Jesus e a mulher, que estava no meio. E, endireitando-se Jesus e não vendo ninguém mais do que a mulher, disse-lhe: Mulher, onde estão àqueles teus acusadores? Ninguém te condenou? E ela disse: Ninguém, Senhor. E disse-lhe Jesus: Nem eu também te condeno; vai-te e não peques mais..."

Consideremos que os escribas e fariseus o abordaram com presunção, amparados pela Lei do Antigo Testamento tentando deixá-lo em situação embaraçosa. E, Jesus nascido sob a Lei, com o compromisso de cumprir a Lei (Gálatas 4.4) não poderia confrontar nem tão pouco se conformar com a Lei, porque Jesus é essência do amor.

Porem, revestido de autoridade e sabedoria do ALTO, o Senhor os surpreendeu, e mandou que atirasse a primeira pedra contra a mulher, aquele que estivesse isento de pecado.

É importante observar nas sábias palavras de Jesus, o qual mandou que a apedrejasse, mas aquele que não tivesse pecado.

Aquele que fosse íntegro, puro, santificado, e, não somente os que não possuíssem o pecado de adultério.

Os escribas e fariseus, religiosos, intransigentes cumpridores da Lei e representavam a sua integridade, e, poderia ser que não estivessem comprometidos com o pecado de adultério, no entanto, estavam sobrecarregados de outros pecados, porque a palavra diz que aquele que disser que não tem pecado é mentiroso.

Por isso saíram um a um e deixaram a mulher só, diante do Mestre. Jesus, o único que não conheceu pecado, não apedrejou a pecadora, mas perdoou-a, porque Ele não veio para julgar o mundo, mas veio trazer o perdão gratuito ao pecador.

Agora vamos trazer a palavra do Senhor Jesus para nós, que muitas vezes julgamos atos pecaminosos do irmão, por ter praticado pecado que não praticamos, no entanto, estamos contaminados por outros pecados.

E o Senhor Jesus nos admoesta dizendo: Não julgueis, para que não sejais julgados, porque com o juízo com que julgardes sereis julgados.


É confortável dizermos que já estamos salvos depois que recebemos o Senhor Jesus como nosso salvador, e sair por aí julgando o pecado do próximo, mas precisamos ter cuidado com isso, porque o Apóstolo Paulo, homem escolhido para o ministério e ungido por Deus, nos deixou o exemplo de sabedoria e humildade, dizendo:

“A mim mui pouco se me dá de ser julgado por vós ou por algum juízo humano; nem eu tampouco a mim mesmo me julgo. Porque em nada me sinto culpado; mas nem por isso me considero justificado, pois quem me julga é o Senhor. ( I Cor 4. 1-5).Portanto, nada julgueis, até que o Senhor venha, o qual também trará à luz as coisas ocultas das trevas e manifestará os desígnios dos corações; e, então, cada um receberá de Deus o louvor...”( I Cor 4. 1-5).


E a palavra do Senhor ainda exorta e relata: “És indesculpável quando julgas, ó homem, quem quer que sejas, porque te condenas a ti mesmo naquilo em que julgas a outro; pois tu, que julgas, fazes o mesmo. E bem sabemos que o juízo de Deus é segundo a verdade sobre os que tais coisas fazem.Quem és tu que julgas o servo alheio? Mas tu, por que julgas teu irmão? Porque desprezas teu irmão? Pois todos havemos de comparecer ante o tribunal de Cristo. De maneira que cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus. Assim que não nos julguemos mais uns aos outros; antes, seja o vosso propósito não pôr tropeço ou escândalo ao irmão ( ROM 2,1-8).”

E não faleis mal uns dos outros. Quem fala mal de um irmão e julga a seu irmão fala mal da lei e julga a lei; e, se tu julgas a lei, já não és observador da lei, mas juiz. Há só um Legislador e um Juiz, que pode salvar e destruir. Tu, porém, quem és, que julgas a outrem? (Tiago 4.11-12).



ALGUMAS REFLEXÕES SOBRE OS ERROS HUMANOS:

Quem nunca errou nunca experimentou nada novo.(Albert Einstein)


Um homem nunca deveria ter vergonha de confessar que errou, pois na verdade é como dizer, por outras palavras, que hoje ele é mais sábio do que foi ontem -Jonathan Swift


Quem nunca procurou a verdade com certeza nunca errou.Mikhail Saltykov-Stcherdrine


Confessar que se errou, é provar modestamente que nos tornámos mais razoáveis.Jonathan Swift


O fracassado é um homem que errou mas não é capaz de converter o seu erro em experiência.


Se você errouSe você errou, peça desculpas...É difícil perdoar?Mas quem disse que é fácil se arrepender?Se você sente algo diga...É difícil se abrir?Mas quem disse que é fácil encontrar alguém que queira escutar?Se alguém reclama de você, ouça...É difícil ouvir certas coisas?Mas quem disse que é fácil ouvir você?Se alguém te ama, ame-o...É difícil entregar-se?Mas quem disse que é fácil ser feliz?Nem tudo é fácil na vida...Mas, com certeza, nada é impossível...


Quem decide pode errar, quem nao decide ja errou.Karahjan


A segunda chance só existe para quem reconhece que errou na primeira vez!


Quem pensa em voltar atrás, é porque sabe que errou em algum detalhe, voltando atrás a possibilidade do futuro der certo é grande, pois aquele detalhe era essencial para o encaixe do projeto futuro.


"Quem decide pode errar.Quem não decide já errou."

“ Sou humano e nada de humano me é estranho “- Terêncio
Curta este artigo :

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido, desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalisados.Serão analisadas e poderão não ser mostradas e ou, excluidas.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger