A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » » Papa Francisco: "Cristãos, fechem as portas para a inveja, o ciúme e as fofocas!"

Papa Francisco: "Cristãos, fechem as portas para a inveja, o ciúme e as fofocas!"

Written By Beraká - o blog da família on sexta-feira, 24 de janeiro de 2014 | 10:06




Casa Santa Marta: Bergoglio alerta contra os "vermes" que se insinuam no coração do homem, transformando-o num "semeador de amargura" que destrói as comunidades

Por Salvatore Cernuzio- Zenit

Sobre as "fofocas", o papa Francisco já falou em várias ocasiões: em sermões na Casa Santa Marta, no encontro com a Cúria Romana em 21 de dezembro, pedindo "objeção de consciência" contra elas. A mesma exortação foi feita novamente na homilia da missa de hoje, durante a qual, além das fofocas, o papa alertou contra duas outras más atitudes: a inveja e o ciúme.



Esse "tripé" de maledicência, ressentimento e rivalidade é, de acordo com o Santo Padre, o que "destrói as comunidades cristãs". Não por acaso, o papa o recorda no sexto dia da Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos, depois de denunciar, ontem, o "escândalo" das "divisões" que ainda existem entre os cristãos.


Nesta reflexão, Francisco partiu da primeira leitura do livro de Samuel, que fala da exultação dos israelitas pela vitória sobre os filisteus, graças à coragem e astúcia do pequeno Davi. Nem todos, no entanto, elogiam o jovem herói. Aquele que para as mulheres é motivo de alegria, para o rei Saul é fonte de tristeza e de inveja.


"A grande vitória começa a se tornar derrota no coração do rei", disse o papa: naquele coração, tinha entrado o "verme do ciúme e da inveja".


É natural traçar um paralelo com Caim, cuja alma foi corroída pela amargura em relação com o irmão Abel


E, como aconteceu com os primeiros irmãos da história, Saul também decidiu que a melhor solução era matar Davi. O rei, explicou o pontífice, "em vez de louvar a Deus como as mulheres de Israel por esta vitória, prefere se fechar em si mesmo, se amargurar" e "cozinhar os seus sentimentos no caldo dessa amargura".


Isto é o que "o ciúme faz em nosso coração", advertiu o Santo Padre: "é uma ansiedade ruim, que não tolera que um irmão ou irmã tenha algo que eu não tenho". Sem percebermos, "ele nos leva a matar (...) Foi por essa porta, pela porta da inveja, que o diabo entrou no mundo", lembrou o papa.


"O ciúme e a inveja abrem as portas para todas as coisas ruins. E dividem a comunidade". Quando uma comunidade cristã "sofre de inveja, de ciúme, ela termina dividida: um contra o outro. É um veneno forte. É o veneno que encontramos na primeira página da Bíblia com Caim".


Há dois sintomas "muito claros" desta doença que afeta o coração humano:

a "amargura" e as "fofocas". "A pessoa invejosa, a pessoa ciumenta, é uma pessoa amarga. Ela não sabe cantar, não sabe elogiar, não sabe o que é alegria, está sempre olhando para "o que o outro tem e eu não tenho". E isso a leva à amargura, uma amargura que se espalha por toda a comunidade".


Pessoas assim "são semeadoras de amargura. Um não tolera que o outro tenha alguma coisa.


A “solução”, para elas, é rebaixar o outro, “para que eu fique um pouco mais alto”. E a ferramenta para isso é a fofoca. “Olhem bem e vocês vão ver que por trás da fofoca sempre existe ciúme e inveja”.


As fofocas "são as armas do diabo", reiterou o bispo de Roma: "Quantas belas comunidades cristãs foram destruídas pelo ressentimento e pelas fofocas que entraram na alma de um único membro da comunidade! Não é exagero: uma pessoa que está sob a influência da inveja e do ciúme mata", disse o papa. E o apóstolo João também diz: "Todo aquele que odeia o seu irmão é um assassino", e "o invejoso, o ciumento, começa a odiar o seu irmão".


"Rezemos pelas nossas comunidades cristãs, para que essa semente da inveja não seja semeada entre nós, para que a inveja não tenha espaço em nosso coração, no coração das nossas comunidades, e para podermos seguir em frente no louvor ao Senhor, louvando o Senhor com alegria. É uma grande graça, a graça de não cair na tristeza, no ressentimento, na inveja e no ciúme".

Fonte: Zenit

Curta este artigo :

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido, desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Serão analisadas e poderão ser ignoradas e ou, excluídas.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger