A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » , » Vaticano proíbe a universidade Peruana “ ESQUERDISTA” (PUCP), de se chamar 'Pontifícia'

Vaticano proíbe a universidade Peruana “ ESQUERDISTA” (PUCP), de se chamar 'Pontifícia'

Written By Beraká - o blog da família on terça-feira, 24 de julho de 2012 | 15:43




O Vaticano indicou neste sábado que havia proibido o uso dos títulos "Pontifícia" e "Católica" à Pontifícia Universidade Católica do Peru (PUCP), berço da Teologia da Libertação.

Fundada em 1917 por um padre francês e por um grupo de laicos, a PUCP, na qual o sacerdote Gustavo Gutiérrez abraçou a Teologia da Libertação na década de 1960, conta com 22 mil alunos.


Em um comunicado, o Vaticano indicou ter solicitado a esta universidade em diversas oportunidades desde 1990 a modificação de seus estatutos, o que não aconteceu, lamentou a Santa Sé, que considera ter sido "forçada" a tomar esta decisão.

Em maio, a PUCP havia enviado uma carta ao secretário de Estado do Vaticano na qual recusava deixar o polêmico cardeal peruano Juan Luis Cipriani como interlocutor da Igreja no litígio.


A PUCP e o Vaticano travam desde 2007 uma disputa devido aos temores do reitor Marcial Rubio de que o cardeal Juan Luis Cipriani, figura da Opus Dei na América, ponha fim à imagem plural da universidade, versão que o prelado nega.




A PUCP considerou que a reforma do estatuto significaria aceitar, entre outros pontos, "reformar a eleição do reitor, (o que) é incompatível com a lei peruana porque afetaria a autonomia universitária".



O documento assinala que a decisão foi adotada por causa da recusa dessa universidade de adequar seus estatutos à Constituição Apostólica Ex Corde Ecclesiae, embora abra a possibilidade de revisar essa medida se a PUCP reconsiderar sua posição.


"A Santa Sé (…), com base no mandato pontifício específico, decidiu conforme a legislação canônica retirar daPontifícia Universidade Católica do Peru o direito de usar em sua denominação os títulos de 'Pontifícia' e 'Católica'", afirma-se no documento emitido nessa sexta-feira em Roma.


Essa medida ocorre em meio a uma disputa judicial inacabada de vários anos por causa da administração dos bens da universidade, legados pelo historiador José de la Riva Agüero.


Segundo o documento, a PUCP, fundada em 1917 e erigida canonicamente por decreto da Santa Sé em 1942, "modificou unilateralmente" os seus estatutos a partir 1967 em diversas ocasiões, "prejudicando gravemente os interesses da Igreja".

Ele acrescenta que, a partir de 1990, a Santa Sé requereu, em múltiplas ocasiões, que a universidade adequasse seus estatutos à Constituição Apostólica, "sem que ela tenha respondido a essa exigência legal".


Menciona-se que, após a visita canônica realizada em dezembro de 2011, e a entrevista do reitor Marcial Rubio com o cardeal Bertone em fevereiro de 2012, houve mais uma tentativa de diálogo para adequar os estatutos à lei da Igreja.

No entanto, acrescenta-se que, mediante duas cartas dirigidas ao secretário de Estado do Vaticano, o reitor da PUCPexpressou a impossibilidade de realizar o que era requerido, "condicionando a modificação dos estatutos à renúncia por parte da Arquidiocese de Lima ao controle da gestão dos bens da universidade".

A Santa Sé sublinha que a participação da Arquidiocese de Lima no controle da gestão patrimonial dessa entidade foi confirmada em várias ocasiões com sentenças dos tribunais civis do Peru.


O decreto assinala que, perante essa atitude da PUCP, o Vaticano "se viu obrigado" a adotar as medidas mencionadas, ratificando, em todo o caso, o dever que a universidade continua tendo de observar a legislação canônica.


A versão sobre a retirada dos títulos de "Pontifícia" e de "Católica" dessa universidade peruana foi oficialmente divulgada nas primeiras horas da sexta-feira, e essa instituição superior de estudos descartou, através de sua conta oficial no Twitter, o fato de ter recebido uma comunicação do Vaticano nesse sentido.


À noite, esperava-se um pronunciamento da PUCP, cuja Assembleia Universitária havia concordado meses atrás ratificar-se em sua autonomia e não aceitar adequar os seus estatutos.


Entre outros aspectos, rejeitaram que a Igreja detenha o poder de eleger o reitor dessa universidade a partir de uma lista tríplice proposta pela assembleia.

O decreto assinado pelo cardeal Bertone assinala que a Santa Sé seguirá atentamente a evolução da situação dessa universidade e espera que, em um futuro próximo, as autoridades acadêmicas "reconsiderem a sua posição a fim de poder revisar as presentes medidas".


"A renovação exigida pela Santa Sé fará com que a universidade responda com mais eficácia à tarefa de levar a mensagem de Cristo ao homem, à sociedade e às culturas, segundo a missão da Igreja no mundo", conclui.

Por outro lado, Sigrid Bazán, presidente da Federação dos Estudantes da PUCP, exortou a opinião pública a manter a calma e esperar até segunda-feira, quando será realizada uma assembleia extraordinária dos alunos.

"Segunda-feira analisaremos o assunto em profundidade", indicou.


Da mesma forma, Bazán manifestou a sua preocupação com a futura denominação da universidade, particularmente no momento de emitir títulos profissionais.






Fonte:http://www.correiodoestado.com.br/noticias/vaticano-proibe-universidade-peruana-de-se-chamar-pontificia_155229/

Curta este artigo :

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido, desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Serão analisadas e poderão ser ignoradas e ou, excluídas.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger