A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » » “Para isso vim ao mundo, a fim de dar testemunho da verdade” - João 18.28ss

“Para isso vim ao mundo, a fim de dar testemunho da verdade” - João 18.28ss

Written By Beraká - o blog da família on quarta-feira, 11 de julho de 2012 | 23:16



“Depois levaram Jesus da casa de Caifás para a audiência. E era pela manhã cedo. E não entraram na audiência, para não se contaminarem, mas poderem comer a páscoa.Então Pilatos saiu fora e disse-lhes: Que acusação trazeis contra este homem?Responderam, e disseram-lhe: Se este não fosse malfeitor, não to entregaríamos.Disse-lhes, pois, Pilatos: Levai-o vós, e julgai-o segundo a vossa lei. Disseram-lhe então os judeus: A nós não nos é lícito matar pessoa alguma.(Para que se cumprisse a palavra que Jesus tinha dito, significando de que morte havia de morrer).Tornou, pois, a entrar Pilatos na audiência, e chamou a Jesus, e disse-lhe: Tu és o Rei dos Judeus?Respondeu-lhe Jesus: Tu dizes isso de ti mesmo, ou disseram-to outros de mim?Pilatos respondeu: Porventura sou eu judeu? A tua nação e os principais dos sacerdotes entregaram-te a mim. Que fizeste?Respondeu Jesus: O meu reino não é deste mundo; se o meu reino fosse deste mundo, pelejariam os meus servos, para que eu não fosse entregue aos judeus; mas agora o meu reino não é daqui.Disse-lhe, pois, Pilatos: Logo tu és rei? Jesus respondeu: Tu dizes que eu sou rei. Eu para isso nasci, e para isso vim ao mundo, a fim de dar testemunho da verdade. Todo aquele que é da verdade ouve a minha voz.Disse-lhe Pilatos: Que é a verdade? E, dizendo isto, tornou a ir ter com os judeus, e disse-lhes: Não acho nele crime algum.Mas vós tendes por costume que eu vos solte alguém pela páscoa. Quereis, pois, que vos solte o Rei dos Judeus?Então todos tornaram a clamar, dizendo: Este não, mas Barrabás. E Barrabás era um salteador.Pilatos, pois, tomou então a Jesus, e o açoitou.E os soldados, tecendo uma coroa de espinhos, lha puseram sobre a cabeça, e lhe vestiram roupa de púrpura.E diziam: Salve, Rei dos Judeus. E davam-lhe bofetadas.Então Pilatos saiu outra vez fora, e disse-lhes: Eis aqui vo-lo trago fora, para que saibais que não acho nele crime algum.Saiu, pois, Jesus fora, levando a coroa de espinhos e roupa de púrpura. E disse-lhes Pilatos: Eis aqui o homem.Vendo-o, pois, os principais dos sacerdotes e os servos, clamaram, dizendo: Crucifica-o, crucifica-o. Disse-lhes Pilatos: Tomai-o vós, e crucificai-o; porque eu nenhum crime acho nele.Responderam-lhe os judeus: Nós temos uma lei e, segundo a nossa lei, deve morrer, porque se fez Filho de Deus.E Pilatos, quando ouviu esta palavra, mais atemorizado ficou.E entrou outra vez na audiência, e disse a Jesus: De onde és tu? Mas Jesus não lhe deu resposta.Disse-lhe, pois, Pilatos: Não me falas a mim? Não sabes tu que tenho poder para te crucificar e tenho poder para te soltar?Respondeu Jesus: Nenhum poder terias contra mim, se de cima não te fosse dado; mas aquele que me entregou a ti maior pecado tem..”


(João 18.28-40, 19.1-16)




Uma parte essencial da missão terrena de Jesus foi dar testemunho da verdade e fazer o povo conhecê-la, dar seu testemunho encarnado do Pai e da verdade revelada do seu evangelho, segundo as Escrituras. É de estranhar que alguns pastores, hoje, transgridem com a verdade e a sã doutrina, confundem o sentido claro das Escrituras e para promoverem a união sacrificam a verdade de Cristo. Tais pastores erram por tolerar a falsa doutrina e por não fazerem distinção entre o bem e o mal, a verdade e o erro. Em nome do amor e do liberalismo, rejeitam esse propósito da vinda de Cristo ao mundo. É justamente a verdade que as igrejas nunca devem sacrificar, pois foi por ela que Cristo padeceu e os primeiros mártires Cristão também o foram em seu seguimento como São Sebastião, Santa Luzia e tantos outros que não cansam de interceder por nós para que a verdade seja anunciada, pois não basta apenas denunciar os erros, mas "ANUNCIAR" até de cima dos telhados a verdade que liberta: Cristo nosso Salvador e libertador.

O MARTÍRIO DOS PRIMEIROS CRISTÃOS SEMPRE FOI POR CAUSA DA VERDADE:

Cada cristão deve dar testemunho da verdade, seguindo Cristo, que disse a Pilatos: "Para isso nasci e vim ao mundo, a fim de dar testemunho da Verdade." (Jo 18,37)


Isto pode até significar que um cristão dê a sua vidapor fidelidade à verdade e por amor a Deus e aos outros. Chama-se "martírio" a esta valente forma de compromisso pela verdade.


"Que é a verdade?" Lucas 18:37, 38

Esta pergunta foi feita por Pilatos antes da crucificação de Jesus, e após Ele ter dito que veio ao mundo a fim de dar testemunho da verdade e que todo aquele que é da verdade ouve a sua voz.

Algumas definições da verdade:


1)- Modernismo: Período entre séc. XVIII-XX. Em termos simples, era caracterizado pela crença de que a verdade existe e que o método científico era o único meio confiável de determinar essa verdade. Neste tempo passou a crer mais no Homem e na Ciência pois o povo sentia-se livres filosoficamente para pensar.


O Racionalismo passou a ser forte opositor do Cristianismo, pois não necessitava mais da fé para crer em Deus, pois Deus não existe. Com a busca por descobrir a verdade, passou a tratar ela de forma subjetiva e pessoal.


2)- Pós-Modernismo: Período de 1980-XXI, com o fim da guerra fria e queda do muro de Berlim. Muitas coisas começaram a mudar no cenário mundial. A visão do Modernismo começou a desmoronar, e as pessoas agora estão desacreditadas com o Homem e com a Ciência, pois nem um deles conseguiram solucionar os problemas da humanidade. Então começa um período muito conturbado na história, um caos psico-filosófico generalizado, afetando todas as áreas da sociedade.


A moralidade não está mais sendo aceita como um padrão para todos, aumento de violência, pecados sexuais cada vez mais expostos, e um individualismo exacerbado. A verdade é um mito agora, pois tudo o que é verdade tem que ser subjetiva e mesmo assim, não pode ser transmitida como verdade absoluta, e também têm um extremo, que é não há verdade objetiva de forma alguma.


No modernismo havia uma busca da verdade, mas sem Deus,e agora é uma loucura total, pois há uma busca de Deus, mas sem a verdade. Isso ocasiona, uma sede espiritual muito grande, porém uma grande confusão em se encontrar e se aproximar de Deus. Cada um têm ou é o seu deus, ma crescente busca por coisas espirituais, espiritualismo, seitas orientais, enfim, o povo está buscando soluções pros seus problemas da alma já que a ciência e nem o Homem estão cooperando, isso fortalece o individualismo desta era. Um forte apelo consumista e materialista, de maneira insaciável mas sem encontrar satisfação alguma.


Esse linha de pensamento pós-modernista abriu uma lacuna na mente das pessoas, possibilitando um lugar para o irracional, ilógico, incoerente e uma neutralidade intelectual. Agora a incerteza é a nova verdade, e não ter definições é ter definição. Em suma, o pós-modernismo se caracteriza pela rejeição de toda certeza.


3)- Verdade: Dicionário Michaelis: "1 Aquilo que é ou existe iniludivelmente. 2 Conformidade das coisas com o conceito que a mente forma delas. 3 Concepção clara de uma realidade. 4 Realidade, exatidão. 5 Sinceridade, boa-fé. 6 Princípio certo e verdadeiro; axioma. 7 Juízo ou proposição que não se pode negar racionalmente. 8 Conformidade do que se diz com o que se sente ou se pensa. 9 Máxima, sentença. 10 Cópia ou imitação fiel. 11 Representação fiel de alguma coisa existente na natureza. 12 Caráter próprio".


A Bíblia traz 434 referências sobre a palavra verdade em todo o cânon - Vamos ver algumas dessas:

1)- Deut 32:4 -  Ele é a Rocha, cuja obra é perfeita, porque todos os seus caminhos justos são; Deus é a verdade, e não há nele injustiça; justo e reto é.


2)- Sal 25:10 -  Todas as veredas do Senhor são misericórdia e verdade para aqueles que guardam a sua aliança e os seus testemunhos.


3)- Sal 43:3 -  Envia a tua luz e a tua verdade, para que me guiem e me levem ao teu santo monte, e aos teus tabernáculos.


4)- João1:17 -  Porque a lei foi dada por Moisés; a graça e a verdade vieram por Jesus Cristo.


5)- João 8:32 -  E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.

6)- João 14:6 -  Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.


7)- A IGREJA é a coluna e fundamento da VERDADE, assim diz I Tim. 3:15, e assim devemos ser e manifestar a nossa identidade corporativa.

8)- Jesus disse: "Eu Sou o Caminho, a VERDADE e a Vida". João 14:6


9)- Jesus disse: "E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre; o Espírito da VERDADE, que o mundo não pode receber, porque não o vê nem o conhece; mas vós o conheceis, porque habita convosco, e estará em vós." João 14:16, 17

CONCLUSÕES SOBRE A VERDADE:

Todo o universo está sob uma influência maligna, pois foi submetido a um cativeiro de corrupção por aquele (satanás), que o sujeitou.

1Jo 5.19 "Sabemos que somos de Deus e que o mundo inteiro jaz no Maligno."


ROM. 8:21 “Na esperança de que também a mesma criatura será libertada da servidão da corrupção, para a liberdade da glória dos filhos de Deus”.

E por isso todos os filhos da desobediência (ímpios), que ainda não viram a Luz e ainda não tiveram seus corações convertidos em verdadeiro arrependimento estão debaixo desta influência satânica, que lhes aprisiona, como escravos das trevas,fenômeno que a Igreja denomina: Mistério da Iniquidade, pois assim está escrito:

II Cor. 4:4 “...o deus deste século cegou o entendimento dos incrédulos, para que não lhes resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo Jesus, que é a imagem de Deus”.


QUAL A MISSÃO DO CRISTÃO NESTE CONTEXTO DE CONFUSÃO ?


Precisamos tomar um posicionamento; pois como Corpo de Cristo somos chamados a sermos luz nesta geração e sal nesta terra, e também a sermos coluna e fundamento da verdade.

Nosso posicionamento hoje é de fazermos obras aprovadas, isso é o mínimo que se exige na preparação como soldados de Cristo, pois assim está escrito:

Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade”. II Timóteo 2:15

Temos que ser diligentes quanto a estarmos bem preparados, pois a guerra contra a verdade e a batalha contra nossa fé é intensa, neste dias que antecedem a vinda do nosso Mestre.A Palavra de Deus escrita, a Bíblia, nos capacita pra isso, e devemos lê-la cada vez mais buscando a compreensão do Espírito da Verdade, que Jesus enviou pra nós.


Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça; para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra”. II Tm. 3:15, 16

Como Cristãos, somos convocados a batalhar pela fé que uma vez por todas foi dada aos santos, e tendo recebido uma tão grande salvação devemos zela por isso que alcançamos por meio da fé em nosso Senhor Jesus Cristo, reconquistando palmo a palmo os espaços perdidos para o sedutor deste mundo que passa.


Judas 3 diz: “Amados, procurando eu escrever-vos com toda a diligência acerca da salvação comum, tive por necessidade escrever-vos, e exortar-vos a batalhar pela fé que uma vez foi dada aos santos.”

QUAIS AS ARMAS DO CRISTÃO PARA ESTE COMBATE?

E graças a Deus que Ele nos concedeu a Sua Armadura, para que possamos estar firmes e suportar os dias maus que vêm. Efésios 6:10-20


E a primeira peça da armadura é: “cingindo os vossos lombos com o cinturão da VERDADE”.O cinto de guerra denota firmeza e onde se põe a espada, para desembainhá-la.
Então portanto, devemos atentar com uma séria diligência por essa peça de nossa armadura.


O pós-modernismo é fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal.

Gênesis 3:6, 7 diz assim: “E viu a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento; tomou do seu fruto, e comeu, e deu também a seu marido, e ele comeu com ela. Então foram abertos os olhos de ambos, e conheceram que estavam nus; e coseram folhas de figueira, e fizeram para si aventais.”


O engano é muito sutil, e a operação do espírito do engano é assim como a serpente no Jardim.A Bíblia nos revela que é necessário que venha uma grande apostasia e manifeste o que chamamos de “Anticristo”, antes da vinda de Jesus, nosso Senhor.


II Tess. 2:9-12 diz assim: “A esse cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira, e com todo o engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para se salvarem. E por isso Deus lhes enviará a operação do erro, para que creiam a mentira; para que sejam julgados todos os que não creram a verdade, antes tiveram prazer na iniqüidade”.

O QUE DIZ O MAGISTÉRIO DA IGREJA SOBRE A APOSTASIA:

CIC- 675: Antes do advento de Cristo, a Igreja deve passar por uma provação final que abalar a fé de muitos crentes. A perseguição que acompanha a peregrinação dela na terra" desvendará o "mistério de iniquidade" sob a forma de uma impostura religiosa que há de trazer aos homens uma solução aparente a seus problemas, à custa da apostasia da verdade. A impostura religiosa suprema é a do Anticristo, isto é, a de um pseudo-messianismo em que o homem glorifica a si mesmo em lugar de Deus e de seu Messias que veio na carne.



Significação da apostasia:




CIC-2089: A incredulidade é a negligência da verdade revelada ou a recusa voluntária de lhe dar o próprio assentimento. "Chama-se heresia a negação pertinaz, após a recepção do Batismo, de qualquer verdade que se deve crer com fé divina e católica, ou a dúvida pertinaz a respeito dessa verdade; apostasia, o repúdio total da fé cristã; cisma, a recusa de sujeição ao Sumo Pontífice ou da comunhão com os membros da Igreja a ele sujeitos."

Por isso devemos amar a verdade cada vez mais e conforme formos nos aprofundando no conhecimento da verdade, mais livres e libertos serão das garras de todo e qualquer tipo de engano.E por se multiplicar a operação da justiça (iniqüidade), o amor de quase todos se esfriará. Será que já não estamos vivendo isso? Sim, estamos. É chegado os dias finais!!

O Senhor nos concederá graça sobre graça para suportarmos as investidas das trevas, e também juntamente com a armadura de Deus a nossa disposição temos:
II Coríntios 10:3-6, que diz assim: “Porque, andando na carne, não militamos segundo a carne. Porque as armas da nossa milícia não são carnais, mas sim poderosas em Deus para destruição das fortalezas; destruindo os conselhos, e toda a altivez que se levanta contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo o entendimento à obediência de Cristo; e estando prontos para vingar toda a desobediência, quando for cumprida a vossa obediência”.

Permaneçamos firmes e inabaláveis na Rocha, que é Cristo e retenhamos com convicção a fé que nos foi proposta por nosso Mestre, Jesus Cristo.

Hebreus 12:28, 29 – “Por isso, tendo recebido um reino que não pode ser abalado, retenhamos a graça, pela qual sirvamos a Deus agradavelmente, com reverência e piedade; porque o nosso Deus é um fogo consumidor”.


“A Igreja precisa rever sua atuação (ser missionária) olhando para o Senhor Jesus e lançando-se humildemente de volta as Escrituras, resgatando sua identidade e o seu chamado.

Se abrirmos mão da palavra de Deus como Verdade absoluta correremos sérios riscos diante de uma sociedade sem referenciais, mas principalmente diante de um Senhor zeloso que rege a história e têm em suas mãos todo o domínio e todo o poder.” 

Ouçamos o apelo do representante de Cristo na terra, o  nosso Papa:

"Avança para águas PROFUNDAS” (Lc 5, 4 – “Duc in altum”)

Ao vislumbrar o terceiro milênio da cristandade, o Papa João Paulo II convocou os cristãos para “pescar em águas mais profundas”, onde se encontram peixes mais numerosos e maiores.

João Paulo II e Bento XVI nos enviam para alto mar. E para isso é preciso estar preparados: o mar é bravo, podem surgir tempestades a qualquer momento, ondas altas, vento forte, ameaçando virar a barca.

Não podemos mais ficar pescando só na praia, com varinha de bambu, linha fina e anzol pequeno, pegando manjubinha. Essa pesca é só de diversão, não é profissional.A evangelização, a conversão de almas para Deus não é um passa tempo, mas uma missão árdua, que precisa ser cumprida com esmero: preparo e oração. Não é fácil arrancar as presas dos dentes do lobo cruel e assassino.


De um lado é preciso muita oração, adoração ao Santíssimo, participação na Eucarístia, intimidade com a Palavra de Deus e formação Doutrinária.

Jesus deixou claro: “Sem Mim, nada podeis” (Jo 15, 5). Quando os apóstolos lançaram as redes “em Nome de Jesus”, elas se encheram de peixes.


Não basta o preparo intelectual e logístico para a pesca de almas. É preciso mais: A fé e a graça de Deus. Mas é preciso também o preparo com carinho.

Paulo VI dizia que “a mediocridade ofende o Espírito Santo”. Deus está pronto para mover os céus para realizar o que está além da nossa capacidade, mas não moverá uma palha para fazer o que depende de nós.


Ele faz o grão germinar, mas jamais virá preparar o solo e nele lançar a semente.
O Papa João Paulo II, na vigília da Solenidade de Pentecostes no ano de 1998, mostrou a grande responsabilidade que têm hoje os novos Movimentos e as novas Comunidades:

“No atual mundo, frequentemente dominado por uma cultura secularizada que fomenta e propaga modelos de vida sem Deus, a fé de tantos é colocada à dura prova e frequentemente sufocada e apagada. Adverte-se, portanto, com urgência a necessidade de um anúncio forte e de uma sólida e profunda formação cristã… E eis, portanto, os movimtnos e as novas comunidades eclesiais: eles são a resposta, suscitada pelo Espírito Santo, a este dramático desafio no final do milênio. Vós sois esta providencial resposta”.


O mundo expulsa Deus cada vez mais, o ateísmo toma conta da cultura, da mídia, da moda etc. A chama da fé é cada vez mais apagada nos lares, nas escolas e nas oficinas. O Papa pede “uma sólida e profunda formação cristã”.


Sem isso não será possível pescar em águas profundas. Em alto mar é preciso barco grande, linha grossa e redes fortes.

O mundo quer saber a razão da nossa fé (cf. I Pd 3, 15) e muitos investem contra ela e contra a Igreja, com fúria.

“ LOUVADO SEJA NOSSO SENHOR JESUS CRISTO”


Curta este artigo :

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido, desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Serão analisadas e poderão ser ignoradas e ou, excluídas.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger