A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas no todo ou em parte, não significa necessariamente, a adesão às ideias nelas contidas, nem a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Todas postagens e comentários são de inteira responsabilidade de seus autores primários, e não representam de maneira alguma, a posição do blog. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo desta página.
Home » , » Vou me Crismar, ou receber a Confirmação? Mas por que e para que?

Vou me Crismar, ou receber a Confirmação? Mas por que e para que?

Written By Beraká - o blog da família on quarta-feira, 30 de agosto de 2023 | 14:06








Por *Francisco José Barros Araújo 



 

João 20,19-31: “Ao cair da tarde daquele primeiro dia da semana, estando os discípulos reunidos a portas trancadas, por medo dos judeus, Jesus entrou, pôs-se no meio deles e disse: Shalom seja com vocês! Tendo dito isso, mostrou-lhes as mãos e o lado. Os discípulos alegraram-se quando viram o Senhor. Novamente Jesus disse: Shalom seja com vocês! Assim como o Pai me enviou, eu os envio! E com isso, soprou sobre eles e disse: “Recebam o Espírito Santo...”






 


 



Em primeiro lugar é necessário esclarecer que ninguém "SE AUTO-CRISMA" (se auto unge) mas, recebe da Igreja o SACRAMENTO DA CONFIRMAÇÃO através da Crisma (unção com óleo), dada pelo bispo, portanto, pedagogicamente e teologicamente, "é errado dizer vou me crismar". Até mesmo porque se recebe a Crisma (unção com óleo) em quatro ocasiões: no batismo, na Confirmação, na Unção dos enfermos, e na ordenação sacerdotal. O foco não é a unção com óleo (crisma) que é parte do rito do Sacramento da Confirmação. O sacramento da Confirmação semelhante ao que se deu com os discípulos após a morte de Jesus, com os dons do Espírito Santo, nos tira o medo e nos capacita a abraçar a nossa missão no mundo. Nosso Senhor Jesus Cristo, como um bom amigo, disse a Pedro (que se tornara um seguidor do "Caminho" há pouco tempo): “Simão, Simão, eis que Satanás vos reclamou para vos peneirar como o trigo; mas eu roguei por ti, para que a tua confiança não desfaleça; e tu, por tua vez, confirma os teus irmãos.” (Lucas 22,31–32). Também, não seria muito adequado e correto dizer após recebido o Sacramento da Confirmação: "EU ME CRISMEI" (?) mas, recebi a CONFIRMAÇÃO da Igreja! O que é esse processo de conversão e confirmação que todos os filhos e filhas de Deus devem experimentar para poder ajudar outros a retornarem a Sua presença?As primeiras sementes da conversão são lançadas ao tomarmos conhecimento do evangelho de Jesus Cristo e de seu amor INCONDICIONAL, eterno e gratuito por nós, e sentirmos o desejo de conhecer a verdade a respeito de Sua pessoa, sua missão e sua Igreja fundada sobre Pedro (conforme Mateus 16,18).Há alguns registros de conversões realmente milagrosas nas escrituras. Uma delas é a conversão de Saulo, demonstrada nas duas perguntas vitais que fez: “Quem és, Senhor?... e que queres que eu faça?” (Atos 9,5–6). Há ocasiões em que certas pessoas podem ter esse mesmo tipo de experiência, mas, na maioria das vezes, a conversão ocorre depois de um estudo, escuta, ou contato com a palavra de Deus, pela oração, e por aquelas dolorosas experiências que provocam em nós uma verdadeira metanóia (conversão). Nesse processo vamos saindo do reino e da mentalidade do mundo e entramos no mundo e mentalidade do reino de Deus. No processo de conversão, experimentamos o arrependimento que nos faz ter mais humildade, um coração quebrantado e um espírito contrito, preparando-nos para o recebimento de graças grandiosas dadas pelo Espírito Santo. Assim, com o passar do tempo e por meio de nossa luta, perseverança e fidelidade, sobrepujamos tentações e tribulações e vamos caminhando na perseverança até o fim, anunciando com ousadia Jesus Cristo!

 

 

 



Lucas 9,26: "Se alguém se envergonhar de mim e das minhas palavras, o Filho do homem, igualmente, se envergonhará dele, quando voltar em sua glória e sob as honrarias do Pai e dos santos anjos"



 

Nesse autêntico processo de conversão, muitas vezes têm que deixar de lado amigos e até mesmo a família, bem como os círculos sociais e o estilos de vida se não forem compatíveis com os ensinamentos de N. Sr Jesus Cristo.. Após o batismo, o novo filho adotivo de Deus e membro da Igreja, tem que aprender a tornar-se um concidadão dos santos no reino de Deus por meio de estudo da palavra, da oração, do exemplo dos irmãos e membros da igreja, e assim, serem fortalecidos. Todo membro da Igreja desenvolve diariamente um compromisso, testemunho e conversão pessoais mais profundos à medida que servem em seus chamados na família e na Igreja.

 




 





 

O sacramento da Crisma (confirmação) nos transforma em "corajosos e destemidos Soldados de Cristo!" Nos habilita e nos dar as armas para "combater o Bom combate!"

 











2 Timóteo 2,3-4: "Suporte comigo os meus sofrimentos, como bom soldado de Cristo Jesus. Nenhum soldado se deixa envolver pelos negócios da vida civil, já que deseja agradar àquele que o alistou para a guerra."




 




 

Paulo ao escrever para Timóteo exorta-o dizendo como deve ser o comportamento do bom soldado que se alistou no exército de Deus. É esperado desse soldado CONHECIMENTO (conforme João 17,3), a firmeza para combater as falsas doutrinas, perseverar nas verdades contidas na Palavra de Deus, bem como no sagrado magistério da Igreja, e a prática da "Caridade EVANGÉLICA" (conforme Mateus 25,35-45), e não ideológica, ou partidária. Todo cristão que realmente deseja levar a sua missão e Vocação Cristã a sério, precisa se interessar em crescer e colocar em prática esse conhecimento. Imaginem um soldado que fosse combater sem preparo e sem as armas adequadas, ou sem saber usa-las? Seria um perigo para ele mesmo, aos seus colegas e a Nação que ele iria defender, concordam?











O SOLDADO DE CRISTO E SUA MISSÃO





 






Todo soldado quando se alista para servir a sua nação, ele passa por um período de treinamento para saber como deve se defender e também quais as estratégias que deve usar para enfrentar um inimigo, covarde, astuto, traiçoeiro, inteligente e muitas vezes em maior número, para poder defender sua nação. Pertencermos ao exército de Deus significa que tomamos como nossa a missão de Cristo e de sua Igreja neste mundo!Sendo assim, devemos ser treinados como soldados dessa nação, pois a nossa batalha não é enfrentada com as armas desse mundo, mas sim com as verdades contidas na Palavra de Deus.Paulo exorta Timóteo, a ser firme em sua decisão e também a orientar aqueles que estão sobre sua responsabilidade para serem bons soldados de Cristo.Ele deixa claro que o importante não é começar uma boa carreira como soldado, mas ser fiel até a morte.Sabendo, pois que a nossa recompensa não é deste mundo.Portanto, como soldados de Cristo é Ele quem nos recompensará.Nós somos soldados alistados para esta grande batalha espiritual.






COMPROMISSOS E RESPONSABILIDADES ASSUMIDAS NO ALISTAMENTO PARA O EXÉRCITO (2 Timóteo 2, 4b) 





No Brasil e em muitos outros países há uma lei que diz que o serviço militar é obrigatório. Todo jovem ao completar 18 anos de idade, vai à junta militar da sua região, e alista-se. No dia marcado ele se apresenta na unidade militar designada, e, então dá-se início ao processo seletivo: O jovem vai ser submetido a vários exames, testes, como o de saúde (físico e mental), que vai escolher e definir os aprovados. O contingente inscrito é muito grande, mas através deste processo seletivo serão escolhidos os que vão incorporar para prestar o serviço militar. Nosso Senhor também nos fez um chamado como fez a Mateus e tantos outros de seus seguidores dizendo: "Vem e segue-me" (Mateus 9,9).E por três anos ensinou e treinou todos eles, capacitando-os para a grande missão da evangelização do mundo! Uma vez ingressado no serviço militar, o soldado será preparado para a guerra (I Jo 4,4). Pois esse é o objetivo das forças armadas. Elas existem para garantir a guarda e defesa da pátria, em toda a sua extensão territorial.O soldado de Cristo também receberá armas e treinamento, e assim durante um certo período ele vai aprendendo (conforme Heb 5,13-14).Obtendo experiências tornando-se apto, quer dizer, em condições de combater e defender, contra qualquer ataque que seja (I Tm 6,12).




1)-A INFANTARIA DE CRISTO NO CAMPO DE BATALHA










Geralmente, a infantaria é formada por soldados que podem combater em todos os tipos de terreno e sob quaisquer condições meteorológicas, podendo utilizar variados meios de transporte para serem levados à frente de combate. Sua principal missão é conquistar e manter o terreno, aproveitando a capacidade de progredir em pequenas frações, de difícil detecção e grande mobilidade. São aqueles que estão na linha de frente, basicamente no corpo a corpo com o inimigo, os Cristãos leigos que estão no mundo, tem grande importância nessa missão. 










Paulo desde sua conversão até o fim de sua carreira lutou como um bom soldado o BOM COMBATE DA FÉ. Paulo como um grande soldado infante lutou bravamente contra tudo que na época ia contra os desígnios salvíficos de Deus. Paulo como um bom soldado, lutou pela divulgação do evangelho. Por conta deste grande amor pela obra de Deus, em muitas ocasiões foi perseguido correndo risco de vida (Atos 14,19-21).Mesmo sendo apedrejado pelos judeus incrédulos de Icônio e Antioquia, ele não desistiu, pelo contrário, ficou mais motivado em lutar até o fim usando as armas  divinas (Ef 6,13-17).





2)-A ARTILHARIA DE CRISTO E DA IGREJA: "OS INTERCESSORES"












A artilharia é composta pelo grupo que utiliza armas de longo alcance. Ela apoia os combatentes dando suporte à distância. Que é paralelamente representado na vida cristã pela intercessão:




Colossenses 4, 3: “Orando também juntamente por nós, para que Deus nos abra a porta da palavra, a fim de falarmos com ousadia do mistério de Cristo, pelo qual estou também preso...” 




A vida de Paulo era pautada pelo "ora et labora"(oração e trabalho).Paulo adorava a Deus trabalhando e intercedendo pelo seu povo. Mesmo crendo que a igreja pertence a Deus, mesmo sabendo que cada uma daquelas igrejas para as quais ele escreveu estavam debaixo do cuidado de Deus. Paulo também, compreendia que não deveria deixar de interceder em favor de cada uma delas. Ou seja, o poder e a soberania de Deus não anula nossa responsabilidade de orar! A artilharia também, tem a função municiadora (responsável por municiar, ou seja, rearmar as frentes de combate).




3)-O COMANDO E A ENGENHARIA DE GUERRA DO "EXÉRCITO DE CRISTO"











Hebreus 13,17-19: "Obedecei a vossos pastores e sujeitai-vos a eles; porque velam por vossa alma, como aqueles que hão de dar conta delas; para que o façam com alegria e não gemendo, porque isso não vos seria útil. Orai por nós, porque confiamos que temos boa consciência, como aqueles que em tudo querem portar-se honestamente..."




1 Timóteo 2,1-2: “Antes de tudo, recomendo que se façam súplicas, orações, intercessões e ações de graças por todos os homens; pelos reis e por todos os que exercem autoridade" .




Jesus disse: "Quem vos ouve, a mim ouve; e quem vos rejeita, a mim rejeita; e quem me rejeita, rejeita aquele que me enviou" (Lc 10,16). Nós católicos ouvimos os apóstolos hoje através do Papa, bispos e dos prebíteros que são seus legítimos sucessores, por eles em unidade com o papa, ouvimos Jesus. Na Bíblia está escrito também que: "Nenhuma profecia é de interpretação particular" (II Ped 1, 20)portanto, o exame das escrituras só deve ser feito por alguém com a autoridade dada por Cristo de ligar e desligar.Foi por isso que Cristo disse a Pedro: “Eu te darei as chaves do Reino dos Céus, e tudo o que ligares na terra será ligado também nos céus; e tudo o que desatares na terra, será desatado também nos céus" (Mat 16, 17-20). Dai se conclui que somente Pedro e seus legítimos sucessores (Os papas e o Colégio dos bispos) o podem fazê-lo. Os generais e comandantes de guerra, que teem uma visão mais ampla do campo de batalha, dão apoio estratégico e eficaz às atividades de combate dos exércitos de várias formas, e em varias frentes. Percebem as fragilidades e potencialidades do inimigo, aumentando assim poder de ataque e defesa. A engenharia de guerra também é responsável pelos ajustes e melhorias mais eficazes nos combates, pois quem está de fora tem uma visão macro e ver melhor.





4)-SERVIÇO DE COMUNICAÇÕES DO EXÉRCITO DE CRISTO









É uma das armas de guerra mais necessária ao Comando de guerra, pois proporcionam as ligações necessárias e as informações verdadeiras e em tempo real aos escalões mais altos que exercerão a coordenação e o controle de seus elementos subordinados antes, durante e após as operações.




“Também, irmãos, vos fazemos conhecer a graça de Deus dada às igrejas da macedônia...Pedindo-nos com muitos rogos que aceitássemos a graça e a comunicação deste serviço, que se fazia para com os santos” (II Co 8,1-4).





5)-CONHECER AS ARTIMANHAS DO INIMIGO CONTRA O EXÉRCITO DE CRISTO É DE FUNDAMENTAL IMPORTÂNCIA PARA NOSSA VITÓRIA!

 



A nossa batalha é espiritual (Ef 6,12) e não contra a carne e o sangue, ou seja, as pessoas que também são vítimas das ciladas do inimigo. Temos três inimigos a combater: A carne, o mundo e o diabo (ter, o poder e o prazer). Se conseguirmos servir ao Senhor em todas as armas acima citada, nós venceremos porque nosso Senhor Jesus Cristo, nosso comandante, já nos assegurou a vitória sobre o maligno.





6)-A ARTIMANHA DO INIMIGO USANDO "A CARNE" ( o prazer):










Confiemos na promessa: 1 Co 10,13: "Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é Deus, que não vos deixará tentar acima do que podeis, antes com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar"










7)-A ARTIMANHA DO INIMIGO USANDO "O MUNDO" (O PODER):









 

"Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo" (Jo 16,33).



 

"Filhinhos, sois de Deus, e já os tendes vencido; porque maior é o que está em vós do que o que está no mundo " (1 João 4,4).




1 João 5,4-5: "O que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé.Quem é que vence o mundo? Somente aquele que crê que Jesus é o Filho de Deus."

 





8)- A ARTIMANHA DO INIMIGO USANDO O DIABO (TER)









"Tudo isto te darei, se prostrando-te, me adorares" (Mat 4,9)








Nem mesmo um Arcanjo ousou enfrentar abertamente ao demônio, quanto mais nós que somos fracos:




"Mas o arcanjo Miguel, quando contendia com o diabo, e disputava a respeito do corpo de Moisés, não ousou pronunciar juízo de maldição contra ele.Mas disse: O Senhor te repreenda" (Judas 9).



Uma tática de guerra que o Diabo usa contra o exército de Deus é a infiltração em todos os âmbitos da sociedade! E é justamente o que tem acontecido em nossa época.A palavra de Deus vem sido distorcida (eles produzem um texto fora do contexto para criar um pretexto).Estão entrando no rebanho do Senhor vários lobos com pele de cordeiro, e assim vai pela frente. Mas Jesus Cristo já nos advertiu dizendo que Ele não viria antes da apostasia. O que fazer? Diminuir ou ocupar os espaços ocupados pelo inimigo agindo como verdadeiros combatentes de Cristo como atalaias de Cristo (Ezeq. 3,16-19), exorcizá-los (expulsá-los). A estratégia do inimigo é impedir que os homens conheçam a verdade plena: Jesus Cristo e seu evangelho! Algumas sugestões:




1)- Enquanto ainda é possível: leia, ore e estude com a bíblia. 



2)-Estabeleça metas de Ler até o fim o Catecismo da Igreja Católica.



4)-Leia a vida dos Santos e doutores da igreja, procure imita-los em suas virtudes (conforme 1 Coríntios 11,1).



2)-Procure engajar-se em algum grupo, movimento ou pastoral da igreja que você se identifique para servir, e que o leve a uma maior intimidade com Deus.



3)-1 Coríntios 15,33:"Não se deixem enganar: as más companhias corrompem os bons costumes". Procure a companhia de pessoas retas e tementes a Deus, principalmente se você considera-se fraco(a) e facilmente manipulável.




9)- por fim: as CARACTERÍSTICAS DO BOM SOLDADO DE CRISTO?





2 Timóteo 2,3: "Tu pois, sofre as aflições, como bom soldado de Jesus Cristo"



A principal característica da vida espiritual de um bom soldado de Cristo, como parte do seu exército, é jamais sair ao campo de batalha, pode-se até recuar, para readquiri forças, mas jamais desistir, pois o demônio não desiste!Era comum no meio do povo de Deus, eles consultarem ao Senhor antes de saírem para uma guerra, pois queriam saber se o Senhor aprovava a ida deles, e se Deus iria combater com eles na guerra. Pois quando Deus aprovava a vitória era certa. E nós? Será que estamos buscando a presença de Deus para nos guiar em nossas batalhas do dia a dia?




"Soldado que foge da guerra cai diante do inimigo" (2 Sm 11,1-4).





A conclusão disto é muito simples, sair para a batalha espiritual, não é uma opção aonde eu posso escolher se vou lutar ou não.Pois o nosso inimigo não dorme, não descansa, e não desiste de nos derrubar (1 Pedro 5,8). Se Davi tivesse saído para a guerra, não teria cometido o adultério, e consequentemente não teria planejado a morte de Urias. Guerra nos lembra que estamos em constante conflito, ou seja, não podemos nos distrair nem um minuto, para que os nossos inimigos não nos surpreenda.Quando estamos em nossas ZONAS DE CONFORTE, longe da batalha, baixamos a guarda e nos tornamos alvos fáceis para cair nas tentações, ficamos do jeito que o diabo gosta!Portanto, não fujamos da batalha, mas estejamos sempre vigilantes, e prontos para o combate, para que possamos resistir nos dias maus as ciladas do inimigo (Ef 6,11). 

 

 

 


O "SACRAMENTO Da  confirmação" (crisma) CONFORME O CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA:



 







§1285 Juntamente com o Batismo e a Eucaristia, o "sacramento da Confirmação" constitui o conjunto dos "sacramentos da iniciação crista cuja unidade deve ser salvaguardada. Por isso, é preciso explicar aos fiéis que a recepção deste sacramento é necessária à consumação da graça batismal. Com efeito, "pelo sacramento da Confirmação [os fiéis] são vinculados mais perfeitamente à Igreja, enriquecidos de força especial do Espírito Santo, e assim mais estritamente obrigados à fé que, como verdadeiras testemunhas de Cristo, devem difundir e defender tanto por palavras como por obras".

 


 

§1293 No rito deste sacramento convém considerar o sinal da unção e aquilo que a unção designa e imprime: o selo espiritual. A unção, no simbolismo bíblico e antigo, é rica de significados: o óleo é sinal de abundância e de alegria, ele purifica (unção antes e depois do banho) e torna ágil (unção dos atletas e dos lutadores), é sinal de cura, pois ameniza as contusões e as feridas, e faz irradiar beleza, saúde e força.

 



§1295 Por esta unção, o confirmando recebe "a marca", o seio do Espírito Santo. O selo é o símbolo da pessoa, sinal de sua autoridade, de sua propriedade sobre um objeto - assim, os soldados eram marcados com o selo de seu chefe, e os escravos, com o de seu proprietário; o selo autentica um ato jurídico ou um documento e o torna eventualmente secreto.

 

 

 

Os efeitos do "Sacramento da Confirmação" (Crisma)




§1302 Da celebração ressalta que o efeito do sacramento da Confirmação é a efusão especial do Espírito Santo, como foi outorgado outrora aos apóstolos no dia de Pentecostes.



§1303 Por isso, a confirmação produz crescimento e aprofundamento da graça batismal:



•enraíza-nos mais profundamente na filiação divina, que nos faz dizer "Abbá, Pai" (Rm 8,15),

•une-nos mais solidamente a Cristo;

•aumenta em nós os dons do Espírito Santo;

•torna mais perfeita nossa vinculação com a Igreja;

•dá-nos uma força especial do Espírito Santo para difundir e defender a fé pela palavra e pela ação, como verdadeiras testemunhas de Cristo, para confessar com valentia o nome de Cristo e para nunca sentir vergonha em relação à cruz:Lembra-te, portanto, de que recebeste o sinal espiritual, o Espírito de sabedoria e de inteligência, o Espírito de conselho e força, o Espírito de conhecimento e de piedade, o Espírito do santo temor, e conserva o que recebeste. Deus Pai te marcou com seu sinal, Cristo Senhor te confirmou e colocou em teu coração o penhor do Espírito.

 



Apostolado dos leigos e sacramento da Confirmação




§900 Uma vez que, como todos os fiéis, os leigos são encarregados por Deus do apostolado em virtude do Batismo e da Confirmação, eles têm a obrigação e gozam do direito, individualmente ou agrupados em associações, de trabalhar para que a mensagem divina da salvação seja conhecida e recebida por todos os homens e por toda a terra; esta obrigação é ainda mais presente se levarmos em conta que é somente por meio deles que os homens podem ouvir o Evangelho e conhecer a Cristo. Nas comunidades eclesiais, a ação deles é tão necessária que sem ela o apostolado dos pastores não pode, o mais das vezes, obter seu pleno efeito.




§941 Os leigos participam do sacerdócio de Cristo: cada vez mais unidos a ele, desenvolvem a graça do Batismo e da Confirmação em todas as dimensões da vida pessoal, familiar, social e eclesial e realizam, assim, o chamado à santidade, dirigido a todos os batizados.




Estado necessário para "receber a Confirmação"




§1310 Para receber a Confirmação é preciso estar em estado de graça. Convém recorrer ao sacramento da Penitência para ser o purificado em vista do dom do Espírito Santo Uma oração mais intensa deve preparar para receber com docilidade e disponibilidade a força e as graças do Espírito Santo




Idade para receber a Confirmação




§1307 O costume latino há séculos indica "a idade da razão" como ponto de referência para receber a Confirmação. Todavia, em perigo de morte deve-se confirmar as crianças, mesmo que ainda não tenham atingido o uso da razão.



§1308 Se às vezes se fala da Confirmação como o "sacramento da maturidade cristã", nem por isso se deve confundir a idade adulta da fé com a idade adulta do crescimento natural, nem esquecer que a graça batismal é uma graça de eleição gratuita e imerecida que não precisa de uma "ratificação" para tornar-se efetiva. Santo Tomás recorda isto:A idade do corpo não constitui um prejuízo para a alma. Assim, mesmo na infância, o homem pode receber a perfeição da idade espiritual da qual fala o livro da Sabedoria (4,8): "Velhice venerável não é longevidade, nem é medida pelo número de anos". Assim é que muitas crianças, graças à força do Espírito Santo que haviam recebido, lutaram corajosamente e até o sangue por Cristo.





Preparação para a receber o Sacramento da Confirmação




§1309 A preparação para a Confirmação deve visar conduzir o cristão a uma união mais íntima com Cristo, a uma familiaridade mais intensa com o Espírito Santo, sua ação, seus dons e seus chamados, a fim de poder assumir melhor as responsabilidades apostólicas da vida cristã. Por isso, a catequese da Confirmação se empenhará em despertar o senso da pertença à Igreja de Jesus Cristo, tanto à Igreja universal como à comunidade paroquial. Esta última tem uma responsabilidade peculiar na preparação dos confirmandos.




Quem pode receber a Confirmação?




§1306 Todo batizado ainda não confirmado pode e deve receber o sacramento da Confirmação. Pelo fato de o Batismo, a Confirmação e a Eucaristia formarem uma unidade, segue-se que "os fiéis têm a obrigação de receber tempestivamente esse sacramento", pois sem a Confirmação e a Eucaristia, o sacramento do Batismo é sem dúvida válido e eficaz, mas a iniciação cristã permanece inacabada.





Testemunho e Confirmação




§2472 O dever dos cristãos de tomar parte na vida da Igreja leva-os a agir como testemunhas do Evangelho e das obrigações dele decorrentes. Esse testemunho é transmissão da fé em palavras e atos. O testemunho é um ato de justiça que estabelece ou dá a conhecer a verdade:Todos os cristãos, onde quer que vivam, pelo exemplo da vida e pelo testemunho da palavra, devem manifestar o novo homem que pelo Batismo vestiram e a virtude do Espírito Santo que os revigorou pela confirmação.





sacramento da Confirmação só pode conferir uma única vez




§1304 Como o Batismo, do qual é consumação, a Confirmação é dada uma só vez, pois imprime na alma uma marca espiritual indelével, o "caráter", que é o sinal de que Jesus Cristo assinalou um cristão com o selo de seu Espírito, revestindo-o da força do alto para ser sua testemunha.




Padrinho e madrinha




§1311 Para a Confirmação, como para o Batismo, convém que os candidatos procurem a ajuda espiritual de um padrinho ou de uma madrinha. Convém que seja o mesmo do Batismo, a fim de marcar bem a unidade dos dois sacramentos.

 

 



CONCLUSÃO:

 

 










1 Pedro 3, 14-16: "Todavia, ainda que venhais a sofrer porque viveis em justiça, sereis felizes. Não vos atemorizeis, portanto, por causa de ameaças, nem mesmo vos alarmeis. Antes, reverenciai a Cristo como Senhor em vosso coração, estando sempre preparados para responder a qualquer pessoa que vos questionar quanto à esperança que há em vós. Contudo, fazei isso com humildade e respeito, conservando boa consciência, de tal maneira que os que falam com malignidade contra o vosso bom comportamento, pelo fato de viverdes em Cristo, fiquem envergonhados de suas próprias calúnias."




 

Irmãos e irmãs, será que compreendemos realmente o que o Jesus ensinou: “E tu, quando te converteres, confirma teus irmãos”? (Lucas 22,32); “Apascenta Meus cordeiros. Apascenta Minhas ovelhas.” Apascentar os cordeiros refere-se, provavelmente, ao trabalho missionário de cuidarmos dos membros recém-batizados, que necessitam ser nutridos, receber atenção calorosa e ser integrados à família dos santos. Apascentar as ovelhas refere-se, provavelmente, ao cuidado com os membros antigos e com aqueles que estão menos ativos, a fim de trazê-los de volta ao rebanho. O exército de Cristo deve ser regido e comandado pelo seu General que vai à frente de seu exército em suas batalhas com seus líderes (padres, bispos, papa e demais lideranças na Igreja).Onde o sucesso para a vitória depende do empenho de cada soldado em fazer sua parte nas batalhas, e que não fujam da guerra! Pois nessa guerra só existem dois lados: um é de Jesus, e o outro… (leia Mateus 12,30 para saber). De qual lado você está? Que possamos ao final de nossas vidas dizer como São Paulo:

 

 


2 Timóteo 4,7-8: "Combati o bom combate, terminei a corrida, guardei a fé. Agora me está reservada a coroa da justiça, que o Senhor, justo Juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amam a sua vinda".




*Francisco José Barros Araújo – Bacharel em Teologia pela Faculdade Católica do RN, conforme diploma Nº 31.636 do Processo Nº  003/17




GOSTOU Do APOSTOLADO berakash?  QUER SER UM (A) SEGUIDOR (a) E RECEBER AS ATUALIZÇÕES EM SEU CELULAR, OU, E-MAIL?

 

 

Segue no link abaixo o “PASSO-A-PASSO” para se tornar um(a) seguidor(a) - (basta clicar):

 

 

https://berakash.blogspot.com/2023/10/como-ser-um-ser-um-seguidor-e-ou.html

 

 

Shalom!



 


.............................................

 

 




APOSTOLADO BERAKASH - A serviço da Verdade: A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. As notícias publicadas nesta página são repostadas a partir de fontes diferentes, e transcritas tal qual apresentadas em sua origem. Este blog não se responsabiliza e nem compactua com opiniões ou erros publicados nos textos originais. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com as fontes originais para as devidas correções, ou faça suas observações (com fontes) nos comentários abaixo para o devido esclarecimento aos internautas.Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.Não somos bancados por nenhum tipo de recurso ou patrocinadores internos, ou externo ao Brasil. Este blog é independente e representamos uma alternativa concreta de comunicação. Se você gosta de nossas publicações, junte-se a nós com sua propaganda para que possamos crescer e fazer a comunicação dos fatos, doa a quem doer. Entre em contato conosco pelo nosso e-mail abaixo, caso queira colaborar de alguma forma:

 

 

 

 

filhodedeusshalom@gmail.com

 



 

Curta este artigo :

Postar um comentário

Todos os comentários publicados não significam a adesão às ideias nelas contidas por parte deste apostolado, nem a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido(a), desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados. Os comentários serão analisados criteriosamente e poderão ser ignorados e ou, excluídos.

TRANSLATE

QUEM SOU EU?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado APOLOGÉTICO (de defesa da fé, conforme 1 Ped.3,15) promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim" (João14, 6).Defendemos as verdade da fé contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha a verdade, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por ela até que Ele volte(1Tim 6,14).Deus é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade. Este Deus adocicado, meloso, ingênuo, e sentimentalóide, é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomás de Aquino).Este apostolado tem interesse especial em Teologia, Política e Economia. A Economia e a Política são filhas da Filosofia que por sua vez é filha da Teologia que é a mãe de todas as ciências. “Não a nós, Senhor, não a nós, mas ao vosso nome dai glória...” (Salmo 115,1)

POSTAGENS MAIS LIDAS

SIGA-NOS E RECEBA AS NOVAS ATUALIZAÇÕES EM SEU CELULAR:

TOTAL DE ACESSOS NO MÊS

ÚLTIMOS 5 COMENTÁRIOS

ANUNCIE AQUI! Contato:filhodedeusshalom@gmail.com

SÓ FALTA VOCÊ! Contato:filhodedeusshalom@gmail.com

SÓ FALTA VOCÊ! Contato:filhodedeusshalom@gmail.com
 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger