A mera veiculação, ou reprodução de matérias e entrevistas deste blog não significa, necessariamente, adesão às ideias neles contidas. Tal material deve ser considerado à luz do objetivo informativo deste blog, não sendo a simples indicação, ou reprodução a garantia da ortodoxia de seus conteúdos. Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post. Toda polêmica desnecessária será prontamente banida. Todos os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam, de maneira alguma, a posição do blog. Não serão aprovados os comentários escritos integralmente em letras maiúsculas, ou CAIXA ALTA. A edição deste blog se reserva o direito de excluir qualquer artigo ou comentário que julgar oportuno, sem demais explicações. Todo material produzido por este blog é de livre difusão, contanto que se remeta nossa fonte.
Home » » Acredita que tem gente assim ? “Como não consigo ser Santo e não aceito que você peque, seja santo por mim, seja radical e verdadeiro Cristão por mim ”

Acredita que tem gente assim ? “Como não consigo ser Santo e não aceito que você peque, seja santo por mim, seja radical e verdadeiro Cristão por mim ”

Written By Beraká - o blog da família on sábado, 10 de maio de 2014 | 14:39




"A maior prisão que podemos ter na vida é aquela quando a gente descobre que estamos sendo não aquilo que somos, mas o que o outro gostaria que fôssemos...”



Geralmente quando a gente começa a viver muito em torno do que o outro gostaria que a gente fosse, é que a gente tá muito mais preocupado com o que o outro acha sobre nós, do que necessariamente nós sabemos sobre nós mesmos.



O que me seduz em Jesus é quando eu descubro que n’Ele havia uma capacidade imensa de olhar dentro dos olhos e fazer que aquele que era olhado reconhecer-se plenamente e olhar-se com sinceridade, devolver-lhe a sua identidade, ser ele mesmo.


Durante muito tempo eu fiquei preocupado com o que os outros achavam ao meu respeito. Mas hoje, o que os outros acham de mim muito pouco me importa,porque a minha salvação não depende do que os outros acham de mim, mas do que Deus sabe ao meu respeito.



E quando não conseguimos ser aquilo que pensaram e projetaram de nós, estes que pedem que sejamos santos por eles, são os piores algozes.Querem que Deus seja misericordioso com eles, mas não admitem a misericórdia de Deus para os outros, e pasmem, não se escandalizam com seus próprios pecados, mas ficam escandalizados com os dos outros.

“Eu sou aquilo que Deus Pensa de mim” (Santa Teresinha)

Muitas vezes perdemos a medida de quem somos e começamos a observar quem os outros são, julgando e condenando os outros segundo nossos critérios.


A medida de nosso julgamento, em qualquer coisa, deve ser Jesus Cristo e a Palavra de Deus. Ela que nos dá o equilíbrio necessário.



O que é que Jesus e sua doutrina nos ensina?

1)-Somos proibidos de expressar o nosso julgamentoMateus 7:1,2: Não julgueis, para que não sejais julgados. Pois, com o critério com que julgardes, sereis julgados; e, com a medida com que tiverdes medido, vos medirão também.

2)-Somos indesculpáveis ao julgarRomanos 2:1: Portanto, és indesculpável, ó homem, quando julgas, quem quer que sejas; porque, no que julgas a outro, a ti mesmo te condenas; pois praticas as próprias coisas que condenas.


3)-Não é nossa prerrogativa: Romanos 14:4: Quem és tu que julgas o servo alheio? Para o seu próprio senhor está em pé ou cai; mas estará em pé, porque o Senhor é poderoso para o suster.

4)-Julguemos a nós mesmosRomanos 14:12,13: Assim, pois, cada um de nós dará contas de si mesmo a Deus. Não nos julguemos mais uns aos outros; pelo contrário, tomai o propósito de não pordes tropeço ou escândalo ao vosso irmão.


5)-Desconhecemos muitos fatosI Coríntios 4:5: Portanto, nada julgueis antes do tempo, até que venha o Senhor, o qual não somente trará à plena luz as coisas ocultas das trevas, mas também manifestará os desígnios dos corações; e, então, cada um receberá o seu louvor da parte de Deus.


6)-Seria presumirmos demaisTiago 4:12: Um só é Legislador e Juiz, aquele que pode salvar e fazer perecer; tu, porém, quem és, que julgas o próximo?



Em Daniel 9: 4-10  vemos o profeta Daniel reconhecendo os pecados do povo e se incluindo dentro e não fora da confissão dos pecados. Não houve julgamento por parte dele, ao contrário, houve contrição e arrependimento.

Isso significa que devemos, diante de Deus, nos humilhar. Tiago 4:10 Humilhai-vos na presença do Senhor, e ele vos exaltará , Tiago nos exorta a isso. Somente assim reconheceremos o nosso lugar, o de nosso semelhante e o de Deus em nossas relações.

Da mesma forma, em Lucas 6.36 e 376 Sede misericordiosos, como também é misericordioso vosso Pai. Não julgueis e não sereis julgados; não condeneis e não sereis condenados; perdoai e sereis perdoados. Jesus reafirma sua postura em relação ao julgamento.

Ele nos ordena, nos conclama a sermos misericordiosos, aliás, "bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia" (Mt 5:7).



Caso aconteça alguma falha no meu ensinamento,a exemplo de São Tomás de Aquino,digo:

“Se, por ignorância, ensinei algo errado e contrário a sagrada tradição dos apóstolos e ao sagrado magistério Petrino, revogo tudo e submeto todos meus escritos ao julgamento da Santa Igreja Romana" (Santo Tomás de Aquino).


Curta este artigo :

Postar um comentário

Conforme a lei o blog oferece o DIREITO DE RESPOSTA a quem se sentir ofendido, desde que a resposta não contenha palavrões e ofensas de cunho pessoal e generalizados.Serão analisadas e poderão ser ignoradas e ou, excluídas.

Quem sou eu?

Minha foto
CIDADÃO DO MUNDO, NORDESTINO COM ORGULHO, Brazil
Neste Apostolado promovemos a “EVANGELIZAÇÃO ANÔNIMA", pois neste serviço somos apenas o Jumentinho que leva Jesus e sua verdade aos Povos. Portanto toda honra e Glória é para Ele.Cristo disse-nos:Eu sou o caminho, a verdade e a vida e “ NINGUEM” vem ao Pai senão por mim." ( João, 14, 6).Como Católicos,defendemos a verdade, contra os erros que, de fato, são sempre contra Deus.Cristo não tinha opiniões, tinha verdades, a qual confiou a sua Igreja, ( Coluna e sustentáculo da verdade – Conf. I Tim 3,15) que deve zelar por elas até que Cristo volte.Quem nos acusa de falta de caridade mostra sua total ignorância na Bíblia,e de Deus, pois é amor, e quem ama corrige, e a verdade é um exercício da caridade.Este Deus adocicado,meloso,ingênuo, e sentimentalóide,é invenção dos homens tementes da verdade, não é o Deus revelado por seu filho: Jesus Cristo.Por fim: “Não se opor ao erro é aprová-lo, não defender a verdade é nega-la” - ( Sto. Tomáz de Aquino)

As + lidas!

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2013. O BERAKÁ - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger